RISE

RISE – Relatório de Impacto no Sistema Elétrico

RISE – Relatório de Impacto no Sistema Elétrico

RISE – Relatório de Impacto no Sistema Elétrico

Mostra os impactos causados pela conexão de cargas não lineares no sistema elétrico, através de medições e simulações, apresentando medidas de compensação ou correção quando necessárias.

As medições devem ser realizadas antes e imediatamente depois da entrada em operação da instalação. Nova carga.

  • Benefícios:
  • Atendimento às normas das distribuidoras e IEEE-519
  • Avalia o impacto da nova carga ao sistema elétrico
  • Análise de qualidade de energia das instalações

Todo consumidor com processo interno cujas características intrínsecas potencialmente afetem de alguma maneira os níveis de fornecimento da energia elétrica, caracterizados pela freqüência, tensão e corrente elétrica deve fazer um RISE, mostrando quais serão os impactos causados pelas novas cargas no sistema elétrico e, apresentar as medidas de compensação adotadas para não ultrapassar os limites especificados.

Atualmente o processo de liberação de carga das Concessionárias (Aumento ou Carga Nova), contempla além da análise do montante da carga - que já era realizada pelas Concessionárias, o tipo de carga, (potencial de perturbação no sistema elétrico).

Esta análise contempla as características técnicas da carga e estuda o impacto que da mesma no Sistema Elétrico.

RISE para RGE - Rio Grande Energia e CPFL

A Concessionária pode exigir um RISE – Relatório de Impacto no Sistema Elétrico, baseada nos seguintes pontos:

1) Sempre que o Montante de Carga Potencialmente Perturbadora – CPP – for igual ou maior que 150kW;

2) Distância da SE ao ponto de acesso;

3) Níveis de Curto-Circuito no ponto de acesso;

4) Troca do Nível de Tensão;

5) Características das Cargas indiquem necessidade do RISE.

O relatório deve apresentar um estudo de qualidade de energia com as possíveis distorções que a nova carga pode provocar nos arredores do Ponto de Acoplamento Mútuo - PAC.

Além disso, deve propor soluções para que os níveis, pré-estabelecidos por normas, não sejam violados.

RISE para CEEE-D - Companhia Estadual de Energia Elétrica - Distribuição

A Concessionária exige um RISE – Relatório de Impacto no Sistema Elétrico, baseada nos seguintes pontos:

1) Sempre que o Montante de Carga Potencialmente Perturbadora – CPP – for igual ou maior que 500kW;

2) Distância da SE ao ponto de acesso;

3) Níveis de Curto-Circuito no ponto de acesso;

4) Troca do Nível de Tensão;

O relatório deve apresentar um estudo de qualidade de energia com as possíveis distorções que a nova carga pode provocar nos arredores do Ponto de Acoplamento Mútuo - PAC.

Além disso, deve propor soluções para que os níveis, pré-estabelecidos por normas, não sejam violados.